Reeducação Alimentar

Reeducação Alimentar

Cardápio para Reeducaçao Alimentar

Perder Peso, só para os fortes? Mito ou Verdade?

Só quem já tentou sabe a resposta. Provavelmente, a maior dificuldade em perder aqueles quilos “que não nos pertence” seja a persistência na alteração do cardápio.

Há um misto de sensação de perda em relação à privação ao sabor das coisas “maravilhosas” que nos acompanham até a “data da mudança”, com a imensa vontade de virar a página e mudar nosso visual com saúde.

Então, perder peso além de uma grande decisão é um grande desafio. Mas a noticia boa é que nosso organismo é sensível e logo dá boas respostas aos novos hábitos saudáveis, o que nos motiva imensamente, Por isso, FOCO, PERSISTENCIA E DETERMINAÇÃO são fatores de sucesso. E são, totalmente possíveis. Você pode!.

Porém, milagres não existem, pelo menos no mundo da gastronomia. Muita gente acaba aderindo a “dietas do momento” que prometem resultados milagrosos em pouco tempo, mas que, no fim, geralmente acabam proporcionando “efeito rebote” e até problemas mais graves à saúde como, por exemplo, os distúrbios alimentares (obesidade, anorexia, bulimia, compulsão).

Alimentar-se fora de casa e stress são fatores que contribuem para a compulsão alimentar, levando a erros nas escolhas. E é preciso saber: não existe fórmula mágica. A pessoa que deseja perder peso ou, simplesmente, seguir uma alimentação mais saudável, precisa passar por uma reeducação alimentar, ou seja, deve excluir hábitos ruins e adotar medidas que farão, daqui para frente, parte do seu dia a dia.

Esse, claro, é um processo, não ocorre do dia para noite.

O que significa, afinal, a reeducação alimentar?

Reeducação alimentar é a melhor forma de emagrecer de maneira saudável e equilibrada. Faz-se necessário a adoção de novos hábitos alimentares, com os quais se pode comer de tudo, sem privações e grandes sacrifícios, e também sem que a pessoa se prive da vida social”.

 “É um aprendizado permanente e, com isso, o indivíduo poderá emagrecer e manter-se magro, melhorando a sua autoestima”, acrescenta.

Com uma comparação simples é possível perceber por que a reeducação alimentar é o caminho para um emagrecimento correto e para uma vida mais saudável.

No regime:                                               Na reeducação alimentar:

Há sempre a implicação de que, cedo ou tarde, ele irá terminar; A pessoa é convidada a adotar um novo estilo de vida (ou seja, é algo que não tem prazo para terminar);  
A pessoa espera resultados rápidos e, se isso não acontece, tende a se frustrar; O plano alimentar leva em conta a rotina, necessidades e gostos. O que é bem diferente de um regime severo e chato;  
Geralmente a alimentação é bem severa e a pessoa sente até a necessidade de se afastar de alguns programas sociais; A pessoa, não sendo privada das coisas que mais gosta de comer e/ou fazer, tende a se motivar cada vez mais;  
Depois que acaba o período do regime, a pessoa tende a voltar a comer e fazer tudo o que fazia anteriormente, já que não se acostumou com os bons hábitos alimentares; Os resultados nem sempre são alcançados rapidamente, mas são definitivos, pois a pessoa tem agora um novo estilo de vida;  
A pessoa tende a recuperar o peso perdido, e geralmente ganha uns quilinhos a mais; A melhora não é só estética, mas da saúde de uma forma geral.  
Muito além da questão estética, dependendo do tipo de regime adotado, a pessoa pode prejudicar e muito sua saúde. Há um ganho estrutural na vida da pessoa

Dicas para uma reeducação alimentar bem-sucedida

  1. Procurar um bom nutricionista
  2. Optar por  alimentos pouco processados, com menor conservantes, orgânicos e não refinados e eliminar os refrigerantes.
  3. Substituir carboidratos simples por complexos com fibras.
  4. Substituir proteína gorda por proteína magra sem gordura.
  5. Trocar a gordura saturada por gordura de boa qualidade.
  6. Aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes, dando preferência aos produtos da estação e da sua região.
  7. Aumentar o consumo de líquidos, ingerindo pelo menos 2 litros de água\ dia.
  8. Iniciar a prática de atividade física.
Open chat